• Novos Avisos de Candidatura ------ PT 2030 - Inovação Produtiva

Novos Avisos de Candidatura ------ PT 2030 - Inovação Produtiva


A Abrir brevemente

Novos Avisos de Candidatura Portugal 2030 – Inovação Produtiva a abrir brevemente, tendo como entidades beneficiárias as PME.

São suscetíveis de apoio as operações de natureza inovadora, relacionadas com as seguintes tipologias de ação: 


1. A criação de um novo estabelecimento; 

2. O aumento da capacidade de um estabelecimento já existente; 

3. A diversificação da produção de um estabelecimento para produtos não produzidos anteriormente no estabelecimento; 

4. A alteração fundamental do processo global de produção de um estabelecimento existente.


Os projetos devem apresentar um investimento mínimo elegível de 250.000 euros e um máximo inferior a 25 milhões de euros.

O investimento elegível abrange ativos corpóreos (máquinas e equipamentos) e ativos incorpóreos (tais como software e patentes) e outras despesas de investimento (serviços de engenharia e de arquitetura, planos de marketing).

No caso dos investimentos do setor do turismo, podem ser elegíveis despesas com construção civil, sujeitos a limitações dependendo da região de implementação do projeto, assim como, em caso devidamente justificados, a aquisição de material circulante desde que não movidos por combustíveis fósseis.

A taxa de financiamento máxima na forma de subvenção pode ir até um máximo de 40%, variando consoante a localização do investimento e a dimensão da empresa. Para o Alentejo Litoral a taxa pode ir até um máximo de 60%.

A intensidade do auxílio fica sujeita à avaliação dos resultados gerados pelo projeto, no momento da conclusão do investimento e no ano cruzeiro (no caso do setor turismo até ao terceiro ano completo após o término do investimento), sendo que este poderá ser reduzido caso não sejam atingidos os objetivos financeiros, económicos e em matéria de transição climática previstos na candidatura.

O mínimo de capital próprio a afetar ao investimento elegível, é em regra geral de 20%.

Os projetos de investimento na área do turismo, no caso das intervenções sujeitas a licenciamento, nomeadamente as que envolvam obras de construção/adaptação, o projeto de arquitetura deve estar estar previamente aprovado pelas entidades competentes.


Contacte-nos para mais informações: (+351) 217 121 050 | geral@financertus.pt